17 de setembro de 2013

A JANELA AMIGA...(LINDO POEMA DA AMIGA DONETZKA)

 
 
 
Lembras ,querido,essa janela amiga...???
 
Que conosco sonhou nos tempos idos...
 
Em que eu,murmuramente em teus ouvidos...
 
Cantei do amor a clássica cantiga?
 
Ontem,dia ao romper,passos perdidos...
 
À mercê da saudade que me abriga...
 
Eu quis rever os nossos bens queridos...
 
E fui ver essa janela antiga!!!
 
E então,tudo lembrando de repente...
 
Alma em preces e lágrima desfeita...
 
Pus-me a fitá-la,comovidamente!!!
 
Uma gota de orvalho resvalava...
 
E eu tive a idéia nítida,perfeita...
 
Que era a própria janela que chorava...!!!
 
 

 
Autoria: Donetzka Cercck L.  Alvarez
 
Escrito em 15/03/2005.
 
Este trabalho foi licenciado e registrado. 
 
Direitos Reservados de Autoria.
 
 
 

 
Belíssimo poema de minha querida amiga Donetzka.
 
Afastada, por hora, de seu excelente blog.
 
Vale a pena clicar e visitar!
 

10 comentários:

  1. Todos os textos da Done são lindos *-*
    Tenha um ótimo dia, um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada,Fernanda.


      Realmente a Done é uma escritora e poetisa das melhores.


      Beijinhos e ótimo final de quarta


      Adriana (Dryka)


      http://www.suasenossas.blogspot.com.br

      Face Book: Adriana Paz

      Excluir
  2. Belo texto e imagem, tenha um excelente senama!
    Monica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada,Monica.

      A Donetzka,além de excelente amiga,é uma escritora e poetisa das melhores.

      O blog dela é lindo.


      Beijinhos e ótimo final de quarta


      Adriana (Dryka)


      http://www.suasenossas.blogspot.com.br

      Face Book: Adriana Paz


      Excluir
  3. Parabéns à amiga Donetzka pela poesia.

    Adoro tudo que ela escreve e tem um coração
    doce em sempre nos ofertar um mimo.

    bjs Adriana.

    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada,Carmen.

      A Done é uma amiga maravilhosa e alma de poeta perfeita.

      Em breve ela volta a postar,pelo que me disse em email.

      Está se recuperando ainda,pois a cirurgia do olho direito foi muito séria.


      Beijinhos


      Dryka

      Excluir
  4. Adoro os poemas da minha amiga Done! Ela é tudo de bom!!!
    Dryca eu vou colocar aqui o link de um blog amigo meu que faz o mesmo trabalho seu, para que vc veja os marcadores, são interessantes.

    http://quandovocevier.blogspot.com.br/


    Beijinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada,Zizi.

      A Done é minha maior amiga e uma poetisa maravilhosa.

      Em breve ela retora ao espaço dela.

      Disse por email que se recupera ainda da cirurgia do olho direito que foi bem delicada.

      O blog que indicou é ótimo e comentei um poema seu lá.Disse que vc indicou,amiga.


      Beijinhos


      Dryka

      Excluir
  5. Boa noite Dryka!
    Que lindo o poema da Done,
    cheio de sensibilidade.
    Gosto muito dos textos dela.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada,Clau.

      A Done,além de amiga maravilhosa,é grande poetisa.

      Em breve retora ao espaço dela,como me disse por email.

      Ainda se recupera da cirurgia do olho direito que foi muito delicada mesmo.


      Beijinhos e ótimo final de quarta


      Dryka




      http://www.suasenossas.blogspot.com.br


      Face Book: Adriana Paz

      Excluir

Espero que gostem desse espaço que criei.

Ele será composto por textos que vocês quiserem compartilhar.

Vamos enviar por email para que eu os publique e será uma linda troca de experiências!

Sigam_me,comentem e recomendem!

Deixem seus nomes e link do blog para que eu possa retribuir as visitas.

Os comentários são moderados,mas publicados bem rapidamente.

Vejam a página até o final! IExiste muita coisa nesse espaço!

Sempre respondo aqui também,abaixo dos comentários.Importante ler!

Os assuntos estão divididos por categoria que verão na aba direita.

Ótima navegação!

Beijinhos

Dryka


http://www.suasenossas.blogspot.com.br

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.